sexta-feira, 16 de junho de 2017

Isto É: Escutas indicam ação política na PGR para atender aos interesses...


A revista Isto É publicou nesta semana uma reportagem em que revela um diálogo entre dois procuradores da República tratando de uma suposta interferência política e pessoal do Procurador-Geral da República, Rodrigo Janot, na Operação Lava Jato. Na conversa, a procuradora Caroline Maciel mostra preocupação pelo fato de o colega Ângelo Goulart estar apoiando Raquel Dodge, inimiga de Janot e candidata à sucessão dele na PGR. "A tática de Janot é apavorar quem estiver perto da Raquel", afirma Caroline.

A escuta foi realizada no dia 11 de maio pela Polícia Federal. Sete dias depois, Goulart foi preso a pedido de Janot acusado de receber propina para vazar informações da Lava Jato a Joesley Batista, da JBS. Em outro trecho, Caroline diz que Janot também poderia perseguir Agripino Maia (DEM-RN) porque o senador é outro apoiador de Raquel.

Arquivo do blog

tradutor

English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified